Yoga

Meditação em 3 passos

meditar
Imagem: google

  1. Vá pra um lugar silencioso e faça um alongamento pra relaxar o corpo, não precisa muito, o bastante pra se sentir bem
  2. Sente-se numa posição confortável, com a coluna reta – se tiver dificuldade, sente numa almofada ou cobertor dobrado e encoste na parede – ou em ultimo caso deite, mas se ficar muito tempo corre o risco de dormir
  3. Respire profundamente, sentindo o ar enchendo o corpo todo, até começar a relaxar e fique assim, prestando atenção na respiração – vai perceber que ela vai se tornar mais e mais serena, fique no mínimo 5 minutos, não tente bloquear os pensamentos, concentre na respiração que eles vão embora do mesmo jeito que vieram…

{…no começo é dificil, mas não desista, algumas pessoas (como eu) tem dificuldade em se concentrar e desligar dos pensamentos, comece com pouco tempo, eu comecei fazendo 5 minutos por dia e fui aumentando aos poucos, o beneficio que isso traz pra nossa vida é inacreditavel!..}

Como lidar com o stress

Imagem 060 Imagem 104

 

 

  1. Relaxe.
    Você pode praticar yoga, alongamento, mediação, fazer massagens e banhos relaxantes ou deitar alguns minutos pra ouvir música, ver um filme ou ler um livro, ou praticar a respiração profunda e concentrada.
  2. Faça algo por você mesmo.
    Tire alguns minutos por dia pra fazer algo que goste, precise ou queira. Como cuidar da aparência, preparar o cardápio, fazer uma massagem, um escalda pé ou um cochilo no meio da tarde. Trate-se com carinho, busque o que é agradável e atenda as necessidades do seu corpo (e mente) sempre que possivel.
  3. Durma bem.
    Ou seja: durma tanto quanto necessário pra se sentir bem, não importa se é 7 ou 9 horas de sono, respeite sua necessidade de repouso.
  4. Alimente-se corretamente.
    Nem precisa explicar o poder curativo de uma alimentação saúdavel né?
  5. Faça atividade física.
    A endorfina é responsável pela sensação de bem estar físico e mental, além de aliviar o stress e melhorar o humor. Isso, além de toooodos os outros benefícios da atividade física.
  6. Tenha um hobbie.
    Pense numa coisa que gostaria ou gosta de fazer e encontre tempo pra se dedicar a ela.
  7. Tenha um diário.
    Desabafe. Escreva tudo o que sente, pensa ou acontece na sua vida diária. O simples ato de transferir para o papel os nossos problemas já alivia e ajuda a encontrar soluções, além de ser um grande exercicio de auto conhecimento.
  8. Estabeleça limites.
    Isso vale pra nós mesmos e para os outros, nem sempre vale a pena o stress de uma discussão por exemplo.
  9. Tenha prioridades.
    Organize e planeje seu tempo, mas coloque na agenda tempo pra relaxar, se divertir e cuidar de você, sua familia e saúde.
  10. Busque ajuda profissional
    As vezes a coisa tá tão feia que só um terapeuta pra ajudar a resolver. E isso nem quer dizer que voce vai ter que tomar remedio, ele pode indicar terapias alternativas, ajudar a encontrar soluções pra problemas cotidianos e dar suporte pra fortalecer a auto confiança…

Pranayama

“Prana chitta vritti nirodha”
.Assim como você respira, você pensa.

Pranayama (ou pranaiama) é o controle da energia vital por meio da respiração (oi?). É que todo mundo precisa de ar pra viver certo? e a forma como respiramos está diretamente ligada a nossa qualidade de vida e até na cura e prevenção de doenças. Já percebeu que nossa respiração muda quando estamos nervosos, felizes, excitados, tensos? Até nossa postura é influenciada por ela.

A respiração correta fortalece os pulmões, melhora a circulação sanguínea e a saúde geral, contribuindo para uma vida mais prolongada e equilibrada. Além disso, de cara, a gente fica mais alegre, com mais energia e facilidade de se concentrar (por causa da renovação do oxigênio no cérebro) e de quebra, melhora o equilibrio do corpo (por dentro e por fora, inclusive a postura – que pode acabar de vez com aquela barriguinha saliente).

Só pra ter uma idéia a respiração deve ser feita com a participação da musculatura abdominal, facial, intercostal e torácica, promovendo um aproveitamento muito maior da capacidade pulmonar.

Existem vários tipos de exercicios respiratórios e alguns devem ser executados juntamente com as ásanas (posturas), mas pra ter uma idéia do que a prática pode fazer, você pode experimentar a respiração profunda:

Concentre sua energia em encher o corpo como se fosse um balão: respire pelo nariz, sinta o ar entrando e percorrendo seu corpo, sinta o peito subir, as costelas se abrirem e então o ar vai para as costas, segure o ar por alguns segundos e então, solte devagar e vá relaxando o corpo enquanto contrai abdomem, abaixa as costelas e acerta a postura.

Você com certeza vai se sentir melhor…
Mas quem quiser experimentar o pranayama, peguei esse exercicio do livro Ioga e Saúde:

Em postura de Lótus, colocamos o dedo indicador no centro da testa, entre as sobrancelhas. Depois de expirar completamente o ar, fechamos a narina direita com o polegar direito e inspiramos o ar pela narina esquerda. Feche a narina esquerda com o dedo médio. Retenha o ar por algum tempo e então abra a narina direita, coloque o dedo médio na narina esquerda e expire o ar pela direita. Repita com a narina esquerda.

Entendeu? Você vai alternar as narinas. Não tenha pressa. Concentre-se no que está fazendo e principalmente, garanta que faça a respiração corretamente. Tente prolongar o tempo de respiração. Mas vá com calma sempre! Aos poucos você pode controlar contando 4 pulsações, 8 até 16…ou mais…

Efeitos terapeuticos dessa pratica: as correntes positivas/negativas são colocadas em vigoroso equilibrio.
Efeito psiquico: vigoroso, ativam-se grandemente as funções mentais e a vivacidade do espirito. Um dos exercicios mais importantes para auxiliar a Ioga Mental (Raja Ioga) no sentido de alcançar o estado de transe (concentração total).

Namastê!

Hatha Yoga

 

hatha-yoga-pradipika

Ásana Lotus

 

Minha prática preferida. É uma aula leve, energetica e revigorante de todo o sistema. Planejada para alinhar e equilibrar os centros energéticos (chakras). Os principais benefícios são: consciência corporal, cultivo da presença interna através da respiração consciente, concentração, relaxamento, educação da postura, é ideal pra inciantes pois prepara o corpo para posturas mais avançadas e por isso mesmo é indicada pra todas as idades e dificilmente há contra indicações.

A aula normalmente segue um roteiro:

1) Exercícios respiratórios
2) Uma breve meditação (as vezes é feita no final da aula)
3) Execução das posturas (ásanas)
4) Técnicas de relaxamento
5) Pranayamas (exercícios respiratórios)
6) Meditação.

A duração da aula pode variar. A atenção deve estar focada na execução perfeita dos movimentos e respiração. Com a prática o aluno evolui naturalmente, sem necessidade nenhuma de forçar o corpo.
Minhas aulas duram em média 45 minutos. Gosto de praticar a noitinha quando estou mais sossegada e antes de jantar (estomago cheio dá incomodo).  É pra ela que vou me entregar daqui a pouco…

E aí, quer fazer tambem?

Namastê!

Pausa pra respirar

 

Durante o dia costumo fazer várias pausas pra alongar o corpo e respirar.
As pausas são curtas: de 5 a 10 minutos, a cada 1 ou 2 horas. Quanto mais agitada/estressada/deprimida estiver, mais pausas eu faço.
Faço isso inclusive quando estou fora de casa, mesmo que por um tempo menor – vou ao banheiro, estico o corpo todo como se estivesse espreguiçando (se rolar um bocejo melhor ainda) e respiro fundo algumas vezes, me concentrando na postura – aproveito pra retocar o batom.
Esse hábito aparentemente simples, me trouxe mais qualidade de vida: minha postura melhorou, tenho mais facilidade em me concentrar e relaxar, a relação com o mundo melhorou bastante, evito as dores da fibromialgia e minha produtividade e disposição (pra trabalhar, estudar) tambem está ótima – não deixo de cumprir nenhum objetivo, ao contrário, essa pratica me ajuda a manter o foco mesmo em dias turbulentos.

Recomendo todo mundo a fazer um teste, depois me contem como sentiram…

Namastê!