Notícias

Tanto tempo sem aparecer aqui, será que ainda sei escrever? vamos ver, tenho muita coisa pra contar, umas boas, outras nem tanto:

As boas

Montei meu mini-ateliê, depois conto a história e mostro as fotos. Tambem recebi os primeiros pedidos via Elo7 (depois de quase um ano), na verdade são dois, um ainda preciso confirmar, mas fiquei feliz mesmo, por causa disso, tive que correr pra resolver umas coisas – típica brasileira que deixa tudo pra ultima hora – mas graças a Deus tá tudo encaminhado. Uma das coisas foi tirar um novo RG, com nome de casada, agora eu brinco com meu marido que sou oficialmente a Senhora Almeida. Tô trabalhando bastante e apesar da correria da semana (não fiquei um dia em casa) fiquei firme na malhação e comi o melhor que pude dentro das possibilidades e do tempo que tinha. Tô firme no projeto físico…
Tenho muito que agradecer a Deus por tudo que tem acontecido na minha vida, pelos grupos que participo, principalmente o de terapia, que tem me ajudado a lidar com fatos cotidianos que antigamente me tiravam do sério, por me ajudar a manter a concentração e a determinação na hora de fraqueza, e claro!!! pelo apoio das minhas irmãs e do meu marido, sem eles provavelmente eu já teria desistido, desanimado, porque eu sou ótima pra motivar os outros, mas uma negação quando se trata de mim mesma.
Estou aprendendo a fazer o melhor que posso, a não fugir de um trabalho só porque é dificil, eu tenho uma grande tendência a procrastinar sabe? Então pra mim tá sendo um grande aprendizado.
Ia esquecendo: cortei o cabelo de novo! tô falando que isso vicia…

As nem tão boas

Quinta feira a casa da minha irmã foi assaltada, levaram muita coisa, mas o que deu raiva foi que minha irmã e sobrinho ficaram sob a mira de uma arma até serem trancados no banheiro, meu cunhado estava na garagem, não viu nada – sorte, porque se ele sobe de repente ia ser surpreendido e sabe-se lá o que poderia acontecer. Foi tudo rápido, graças a Deus os bandidos não foram agressivos, mas mesmo assim fica o trauma de passar uma experiência dessa. Quem já passou sabe como é, fica uns dias ainda sentindo a pressão da arma no corpo.

Tem mais novidades, mas depois vou contando…

Ah, queria agradecer o pessoal que manda e-mail compartilhando histórias, dando dicas, pedindo ajuda, obrigada pela confiança e prometo que logo começo a publicar as histórias pra motivar o pessoal…

Namastê!

1 comentário

  1. Ai, Cris… Tõ felizinha e tristinha… Tristinha pela sua irmã e pela droga de situação que ela e seu sobrinho passaram, meu Deus! Fico até trêmula só de pensar como eles “ainda” estão se sentindo… coragem.

    E filizinha com a garra que você está tendo, eu sofro do mesmo mal: motivo os outros e sou incapaz de fazer o mesmo por mim, não entendo!!! Também estou trabalhando com afinco para ser determinada, pois também desistia com uma facilidade incrível… Mas vamos aprender aos pouquinhos, sem pressa, lembra a mulher das cavernas que falamos?

    E cadê a foto do cabelo cortado????? Só acredito vendo!

    É isso.

    Beijoquinhas mil.

Adoro comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s