Subindo na vida

 

20131027sapato-feminino-importado-scarpin-salto-alto-louboutin_mlb-f-3428449934_112012

Esse sapato é meu sonho de consumo (só meu né? rs), dá pra ver pela cor da sola que é um Louboutin, então, é um sonho distante, bemmmm distante…mas, não é pra passar vontade que vim aqui agora não. É que tem umas gurias que não sabem andar de salto e não saber andar, não quer dizer que não usem ok?
Eu vou confessar que dependendo do salto, fico apavorada pensando no que vai acontecer se eu cair lá de cima, tipo fratura exposta com certeza! Daí o que a gente faz? Encolhe os dedinhos como se isso fosse segurar a gente lá em cima né? Pode prestar atenção, voce faz isso sim, com excessão da Sabrina Sato e Beyoncé, quase todas as mortais fazem. É insegurança mesmo. E bico fino então? Já pensei em arrancar as unhas dos dedões pra poder usar sem dor…mas…
Nem tudo está perdido sabe? é tudo questão de treinamento, então, bora lá botar o salto e treinar um pouco todo dia sim senhora! Voce tambem pode começar com um salto menor e ir subindo, tipo na vida, entende?
Vai perceber que aos poucos vai dominar o salto, com segurança e confiança – e isso é importante até pra usar uma rateirinha. Aiii e esses truques pra subir no salto com elegancia? Funcionam. Sério. Nem que seja pra voce se divertir.
Depois sabe o que voce pode fazer? investir numa aula de stiletto, eu quero, eu vou…e quem tá dizendo isso é uma fulana que tá limpando a casa descalça ok?

<3

Fibro fog

 

Sintoma típico da fibromialgia, resumindo é a dificildade de se concentrar e manter a concentração, esquecimento. Tem gente que confunde com TDHA mas não tem nada a ver. No meu caso é uma das coisas que mais incomoda porque até 2007 eu tinha uma memória exemplar, guardava nomes, números, endereços, rostos, era um computadorzinho ambulante. Mas hoje  me vejo esquecendo coisas básicas, sério que tive até medo de ser os primeiros sintomas de alzheimer…me incomoda mesmo esquecer palavras e isso acontece nos momentos mais impróprios, tipo, quando eu realmente preciso lembrar a porcaria da palavra, cadê? sumiu!!? E eu sou blogueira, consultora, trabalho com internet, converso, escrevo quase o dia inteiro e muitas vezes me pego interrompendo o assunto pra perguntar pra pessoa: “como é mesmo aquela palavra que quer dizer tal coisa?” pior quando esqueço até o que a palavra quer dizer né? Pensa numa pessoa louca?

E como é que eu lido com isso? Com bom humor né benhê? Rindo de mim mesma e das palhaçadas que eu faço, tô cada dia mais desastrada, desligada, esquecida. Ler tambem é bom, fazer palavras cruzadas, manter uma agenda de compromissos, nomes, etc. Ajuda sim, mas eu parei. Desde que comecei a terapia me vejo e me aceito de outro jeito…não tenho que ser perfeita. E daí que esqueço as coisas? É só mais um motivo pra gente rir, e não tem nada melhor no mundo do que fazer alguem rir!

Porque eu to falando disso hoje? porque tô tentando desesperadamente lembrar uma palavra e não consigo…daí pensei que escrever pudesse ajudar – não ajudou…então vou lavar uma louça, quem sabe né?

Bjkinhas!

inspiração!!!!

livros2

Eu gosto de escrever, sempre gostei. Esse blog é público, mas tenho meu diário secreto, fechado com chave, aquele ali, se alguem pegar, perde a mão (viu marido?). Todo mundo que escreve, vez ou outra sofre uma perda temporária de inspiração, as vezes pode ser falta de assunto ou cansaço mental, sei lá.

Mas, no meu caso, é uma coisa inexplicável. Eu uso o Writer pra fazer os textos desse blog. Mas fui desenvolvendo um hábito nocivo de escrever, escrever, escrever e não publicar…alguem explica?  coisa tão simples, só clicar na setinha e mandar pro blog…mas não, pra que simplificar se eu posso complicar?

E aí não dá pra simplesmente chegar aqui e publicar tudo de uma vez né? Nem faz sentido. Tem que revisar, porque agora tem aquela tal de consultora que fica de olho se não falei bobagem aqui ou se não fui muito baixo astral e blá, blá, blá, blá…

Enfim, nessas horas eu saio, vou buscar inspiração na rua, no quintal, nas minhas cachorras, marido, sei lá, qualquer coisa que mude meu foco por um tempo. Evito ler outras coisas pra não me deixar influenciar pelo tema. Coisa de louca mesmo, na terapia explicam…

Hoje minha inspiração foi uma pessoa especial que sem querer me trouxe de volta ao meu centro e eu lembrei o porque desse blog, o que porque estou aqui e como foi que cheguei aqui.

Quanta gente já ajudei. Quanta ajuda já recebi. Acredito que Deus fala comigo através das pessoas, hoje usou esse amigo pra me trazer de volta…então, hoje é pra voce minha gratidão. Obrigada, esse bate papo foi extremamente produtivo pra mim…mas acho que isso já deu pra perceber né?

E taí Cris, voce descomplicou…vê se agora aprende irmã, senão da proxima vez vai virar a noite nessa bagaça!!! Aiii, desculpa Dri, escapou…

Smiley mostrando a língua

No pain, no gain?

 

541345_151127248350416_100003594260354_189523_999733412_n

Pensa que eu não reclamo de malhar? Reclamo sim. Reclamei tanto do treino na sexta, que hoje o infeliz mandou essa foto e a perguntinha que odeio: “Tendeu ou quer que eu desenhe?”. Nojento. Pessoa esquece que sou a rata de laboratório dele, mas tuuuudo bem. Continuei reclamando…e tem que ser assim mesmo, treino bom dá prazer, não dor, cansaço, indisposição, mau humor e se der  é porque tem sim alguma coisa errada – no meu caso, confesso, pode até ter um corpinho mole – ele sabe, mas sinceramente, ou ele muda ou parto pro concorrente…tendeu, ou quer que eu desenhe?

Agora, não sei o que é pior, ele passar o treino ou eu fazer, já que ele tá perto pra conferir…boba? não, porque se eu não fizer, que sai perdendo sou eu…

Veio um pensamento agora, será que não é  auto sabotagem? Claro Cris, ficar na zona de conforto é bom mesmo. (Por isso a imagem, o texto, a pergunta).  Incrivel como as pessoas acreditam mais em mim do que eu mesma…ainda bem né? normalmente é o contrário…

Namastê!